Belém, sabado - 16 de fevereiro de 2019          
Home Currículo Som Diagnósticos Artigos Médicos Banco de Imagens Galeria de Vídeos Clipping Web Links Fale Conosco
Calculador de Idade Gestacional Novos Exames Ultra-Som 4D OSCAR Síndrome de Down Densitometria Óssea Translucência Nucal Diu Mirena
 
HIV- Resistência aos antiretrovirais (Genotipagem)
Também conhecido pelo nome de teste da resistência, tem como objetivo detectar a presença de mutações no genoma viral.

Definição:

O exame da genotipagem do vírus da imunodeficiência humana (HIV-1), também conhecido pelo nome de teste da resistência, tem como objetivo detectar a presença de mutações no genoma viral. A relação das mutações encontradas podem estar associadas à resistência a terapia anti-retroviral prescrita.

A análise das informações obtidas é o método mais rápido para o médico adotar um novo regime terapêutico, com a confiança que será mais adequado e eficiente para seu paciente. A probabilidade de sucesso é grande visto a personalização da terapia.


Indicações:

A genotipagem do HIV-1 é indicado para pacientes que: ainda não deram início ao tratamento com drogas anti-retrovirais, para definição do perfil genotípico da população viral infectante; apresentam aumento da carga-viral ou queda dos linfócitos CD4+ mesmo em tratamento; receberam muitas drogas anti-retrovirais; recentemente diagnosticados nas áreas de alta prevalência de vírus resistentes.
Propensão à doença de Alzheimer
O exame de propensão a doença de Alzheimer, realizado pela Genomic, é indicado para os casos de pacientes com suspeita de Doença de Alzheimer e é realizado uma única vez na vida


Prevenção de trombose profunda
Estudo da mutação do Fator V Leiden para verificação de trombose venosa hereditária


HBV- DNA Carga Viral (Quantitativo)
Quantifica o número de cópias virais na circulação sanguínea


HBV- DNA Genotipagem
Identifica os 6 subtipos denominados de A a F, para determinação dos mutantes pré-core/core


HCV – RNA Detecção (Qualitativo)
Tem como objetivo detectar a partícula viral circulante. Com o emprego de primers correspondentes à região 5’NCR


HCV - RNA Genotipagem
Conhecido por sequenciamento do HCV (equivale ao LiPA)


Prevenção de trombose profunda
Estudo da mutação do Fator V Leiden para verificação de trombose venosa hereditária


HIV- Carga Viral (Quantitativo)
Quantifica o número de partículas virais no sangue periférico, que define a carga viral


HCV- Resistência ao Interferon
Amplificação da região NS5A do genoma viral pela técnica de PCR e sequenciamento para determinação do número de mutações


HCV- RNA Carga Viral (Quantitativo)
Quantifica o números de cópias virais na circulação sanguínea pela técnica RT - PCR Competitiva


Copyright 2006-2008 Todos os direitos reservados
Site mantido por Eduardo Nassar - Diretor da Clinica Som Diagnósticos - Clínica especializada em ultra-sonografia 4d (ultra-sonografia 3d em tempo real)
Conheça nosso glossário médico