Belém, segunda - 10 de janeirofevereiro de 2018          
Home Currículo Som Diagnósticos Artigos Médicos Banco de Imagens Galeria de Vídeos Clipping Web Links Fale Conosco
Calculador de Idade Gestacional Novos Exames Ultra-Som 4D OSCAR Síndrome de Down Densitometria Óssea Translucência Nucal Diu Mirena
 
HCV – RNA Detecção (Qualitativo)
Tem como objetivo detectar a partícula viral circulante. Com o emprego de primers correspondentes à região 5’NCR

DEFINIÇÃO

Tem como objetivo detectar a partícula viral circulante. Com o emprego de primers correspondentes à região 5’NCR, há a transcrição reversa do RNA viral, amplificação do cDNA usando-se a técnica de PCR e detecção por hibridização molecular com sonda de DNA específica para VHC. Este teste também é conhecido por PCR para RNA do vírus da hepatite C (VHC).


INDICAÇÕES

Infecção aguda antes do aparecimento de anticorpos anti-VHC
Pacientes com resultados sorológicos indeterminados
Diferenciar infecção atual de pregressa
Diagnóstico da infecção em imunossuprimidos
Monitoração da resposta ao tratamento antiviral
HCV- RNA Carga Viral (Quantitativo)
Quantifica o números de cópias virais na circulação sanguínea pela técnica RT - PCR Competitiva


Propensão à doença de Alzheimer
O exame de propensão a doença de Alzheimer, realizado pela Genomic, é indicado para os casos de pacientes com suspeita de Doença de Alzheimer e é realizado uma única vez na vida


Sexagem Fetal
Determinação do Sexo Fetal por análise do Plasma Materno


Prevenção de trombose profunda
Estudo da mutação do Fator V Leiden para verificação de trombose venosa hereditária


HBV – DNA Detecção (Qualitativo)
Trata-se de um exame qualitativo que também é conhecido por PCR para DNA do vírus da hepatite B (VHB)


HBV- Resistência ao Antivirais
Tem como objetivo detectar a presença de mutações específicas nos domínios B e C da DNA polimerase viral


Prevenção a defeitos do tubo neural
Torna possível detectar as mutações genéticas, podendo prever antecipadamente o aparecimento do DTN em recém-nascidos e futuros problemas cardiovasculares, facilitando a implementação das formas de tratamento adequadas.


HIV- Carga Viral (Quantitativo)
Quantifica o número de partículas virais no sangue periférico, que define a carga viral


Prevenção a doenças cardíacas
Estudos mostraram que o aumento da homocisteína no sangue pode causar doenças cardiovasculares isquêmicas. Esses níveis elevados costumam ser causados por anormalidades genéticas das enzimas no metabolismo das pessoas.


HBV- DNA Carga Viral (Quantitativo)
Quantifica o número de cópias virais na circulação sanguínea


Copyright 2006-2008 Todos os direitos reservados
Site mantido por Eduardo Nassar - Diretor da Clinica Som Diagnósticos - Clínica especializada em ultra-sonografia 4d (ultra-sonografia 3d em tempo real)
Conheça nosso glossário médico